WEBMAIL | AREA RESTRITA
CSS based drop-down menu
 
 
Grupo usa tribuna para reivindicar atendimento especializado para autistas
 


>>27/04/2017

Além da fala, foi entregue um documento com solicitações de serviços que precisam ser implantados, para alcançar resultados efetivos

O Grupo Fazendo a Diferença, composto de familiares de autistas e profissionais de saúde e educação que atuam na área, usou a tribuna livre da Câmara Municipal para solicitar apoio dos vereadores em diversas reivindicações, com destaque para a criação de uma clínica escola no município.

Este tipo de atendimento segundo Nadir de Arruda Costa Vilalva, que representou o grupo, foca na capacitação dos profissionais e faz uma abordagem multidisciplinar para triagem e preparação de pessoas com casos mais severos, visando que elas ingressem, posteriormente, na escola regular.

A implantação da clínica-escola seria o sonho dos familiares, disse, lembrando que o tratamento é necessário porque, de problema familiar, o portador do espectro autista pode se tornar problema social, caso não haja uma convergência de atuação. Ao contrário disso, podem se tornar altamente produtivos para a sociedade, com o apoio familiar e profissional adequado.

Na tribuna, ela fez explanação sobre o Transtorno do Espectro Autista (TEA) e relatou dificuldades encontradas em Três Lagoas, quanto ao atendimento aos autistas, citando, principalmente a demora no atendimento, tanto no diagnóstico quanto no acompanhamento especializado. Para ela, saúde e educação precisam estar em sintonia e preparadas para o atendimento, incluindo situações de surto.
Nadir ainda falou sobre dificuldades encontradas na escola, entre elas a exigência de auxiliar de apoio, que atua especificamente com cada criança, visando trabalho de forma individualizada, para obtenção de resultados concretos, e solicitou que haja capacitação destes profissionais. Outra demanda é a criação do chamado PEI, que é o Plano Educacional Individualizado.

A representante do grupo ainda solicitou novas abordagens na assistência social e a implantação de equipes multidisciplinares, como psiquiatras infantis, neuropediatras, fisioterapeutas, nutricionistas, pediatra infantil, terapeuta ocupacional, entre outros, e atendimento preferencial nos serviços de saúde, como meio de tentar evitar agravamento do quadro. “Estamos falando que precisamos nos unir, para atacar este transtorno", finalizou.

Além da fala, o Grupo apresentou um documento com reivindicações: triagem do transtorno do espectro do autismo já nos primeiros meses de vida, na rede municipal de saúde; elaboração de um projeto de lei que obrigue estabelecimentos a inserir símbolo do autismo em placas de atendimento prioritário; cadastro de pessoas com TEA e concessão de gratuidade de entrada de shows, apresentações culturais, esportivas, de lazer, para pessoas com autismo e seu acompanhante e a implantação da clínica escola. A implantação destes atendimentos visa a conquista de resultados efetivos.

“Ressaltamos que as solicitações são baseadas em leis federais, que já garantem direitos básicos às pessoas com Transtorno do Espectro Autista, mas precisam ser adequadas à realidade dos municípios”, afirma o documento.

O grupo

O Fazendo a Diferença é um grupo de apoio, composto de familiares de autistas, e também, profissionais das áreas da saúde e educação, que se propõe a orientar, agregar, orientar e capacitar seus integrantes e demais envolvidos direta e indiretamente, com pessoas diagnosticadas com Transtorno do Espectro Autista, em Três Lagoas e região.

Dados das Organizações das Nações Unidas apontam que cerca de 1% da população mundial, o equivalente a 70 milhões de pessoas – ou uma em cada 68 crianças – apresenta algum transtorno do espectro do autismo, e a ocorrência da condição neurológica tem aumentado. A maioria dos afetados é crianças, mas tem se descoberto indivíduos na fase adulta.

Para trazer a causa à população, o grupo já realizou duas grandes ações: como um encontro de pais e profissionais, para discutir o transtorno, e uma caminhada pela região central de Três Lagoas.



 
12/07/2017 12:00
12/07/2017 08:34
11/07/2017 12:37
07/07/2017 11:55
07/07/2017 12:25