WEBMAIL | AREA RESTRITA
CSS based drop-down menu
 
 
Vereadores e Sindicato discutem pauta de reivindicações de servidores municipais
 


>>16/05/2016


Proposta tem 17 itens prevê reajustes e alterações no Plano de Cargos

Na manhã desta terça-feira (16), os vereadores se reuniram com representantes do Sindicato dos Serviços Públicos Municipais para conhecer a lista de reivindicações da categoria, no que se refere a reajustes salariais, reajuste d valor do cartão alimentação e alterações no Plano de Cargos e Carreiras (detalhes nas imagens em anexo).
Conforme definição em assembleia foi elaborada uma pauta com 17 reivindicações. O presidente do Sindicato, Antônio Carlos Modesto, explicou cada item, ressaltando a relevância de cada solicitação, para os grupos de servidores, conforme o desempenho de cada função.
No caso do cartão alimentação, a preocupação é com o vencimento do contrato com a empresa Brasilcard, que vencerá no mês de junho.
O valor do benefício também está defasado e o Sindicato pede que, no mínimo, chegue aos R$ 200 (hoje o valor é de R$ 120) e que seja repassado a todos os servidores (efetivos, comissionados, contratados). Modesto citou o exemplo da cesta básica, concedida pelo governo do estado, que é de R$ 391.
O reajuste salarial pleiteado para atender os servidores do Município é de 7,89%, que corresponde à reposição da inflação (de maio de 2016 a abril d e2017) mais um ganho de 3%.
Até mesmo a solicitação de um Programa Habitacional para atender os servidores é pleiteado na pauta.
O representante dos servidores informou que a administração municipal está em conversação com a categoria e pediu para o Sindicato aguardar o resultado das negociações com o grupo da Educação.
Ele ainda lembrou do comprometimento dos servidores com o serviço público e com o grande desenvolvimento e visibilidade do município, pontuando que a valorização dos servidores é muito importante.
Os vereadores se manifestaram sobre alguns itens da pauta e aguardam as negociações para garantir a votação dos direitos que sejam amparados pela legislação.

 



 
 
12/07/2017 12:00
12/07/2017 08:34
11/07/2017 12:37
07/07/2017 11:55
07/07/2017 12:25