CSS based drop-down menu
 

VEREADORA MARISA ROCHA

 

E-MAIL: ia-rocha@hotmail.com

TELEFONE: 67 3509-6305

CHEFE DE GABINETE: Raquel Reis da Gama

 

NOME: Marisa Andrade Rocha

NASCIMENTO: 12/08/1961

NATURAL DE: Três Lagoas - MS

MANDATOS: 6º mandato

ESTADO CIVIL: divorciada

 
 
Notícia:
 
 
Marisa Rocha solicita quebra-molas, iluminação e melhoria no transporte de estudantes
 
Entre os pedidos estão a construção de quebra-molas no cruzamento da Elviro Mário Mancini com a Eurídice Chagas Cruz


>>20/07/2017

Na 22ª sessão ordinária da Câmara Municipal, a vereadora Marisa Rocha apresentou indicações e requerimentos.
À Secretaria de Infraestrutura, Transporte e Trânsito e ao prefeito, Marisa solicitou a construção de um quebra-molas na rua Elvírio Mario Mancini, próximo ao cruzamento com Eurídice Chagas Cruz, no Centro. Segundo ela, a sinalização existente está bem apagada e, devido ao grande número de veículos que trafegam no local, tem
acontecido acidentes nesta via, demonstrando a urgência no atendimento à demanda dos moradores da localidade.

Marisa Rocha ainda requisitou que seja feito o recapeamento e limpeza da rua Antônio de Souza Queiroz, quase em frente ao número 1236, onde existe uma cratera da qual os carros desviam, passando praticamente em cima da calçada de um morador, que encaminhou a reclamação. Ainda segundo a vereadora, o cidadão informou que os garis não fazem a limpeza pública desta rua, localizada no Jardim Maristela.

Já para a Elektro, a vereadora enviou indicação para que se resolva, com urgência, a situação do poste de luz da rua 15de Junho, em frente ao número 2.802, Jardim Brasília, que há muitos dias está com as
lâmpadas queimadas, a pedido de uma moradora. Esta ponderou para a vereadora que se considera no prejuízo, pois a comunidade paga pela iluminação pública, além de ser uma perigo ao trafegar a noite pela via.

Requerimento cobra melhorias no transporte escolar na região do Sucuriú

Também foi protocolado na sessão, um requerimento, aprovado pelo plenário, no qual a vereadora solicita à prefeitura que informe o motivo de o ônibus de estudantes não estar entrando na estrada localizada na altura do km 255, da BR 158, próximo ao Rio Sucuriú, pois os alunos têm que andar a pé, em média dois quilômetros, para pegar o ônibus. Além disso, ela reclamou que o local não tem nenhuma cobertura na beira da rodovia, deixando os alunos expostos à chuva, ao sol e ao frio, de forma que acabam perdendo materiais escolares ou ficam doentes.



 
16/10/2017 22:00
17/10/2017 11:16
17/10/2017 10:21
16/10/2017 11:25
10/10/2017 21:00